A força do Inbound Marketing e suas características.

A força do Inbound Marketing e suas características.

O marketing eficaz vai se parecer cada vez menos com um alerta (que distrai) e mais com um ímã (que atrai). Os consumidores querem cada vez mais se informar e cada vez menos serem interrompidos. Quem souber produzir conteúdo e arranjar formas de entregá-lo vai atrair mais público, fechar mais negócios e conquistar mais fãs.

Mas afinal, o que é Inbound Marketing?

Inbound Marketing é uma nova maneira de pensar, apoiado no conceito de compartilhamento e produção de um conteúdo de qualidade direcionado para um público em específico, utilizando estratégias de marketing online. Esta caracterização atua como um imã, atraindo potenciais clientes quando estes estão à procura de produtos e/ou serviços.

As diferenças entre Inbound e Outbound Marketing

É possível categorizar as estratégias de marketing de uma empresa em dois grupos.

Comecemos pelo Outbound Marketing. Nomeado de marketing de interrupção por alguns autores, ele se baseia em “correr atrás” do consumidor. Em resumo, trata-se de procurar espaços (digitais ou físicos) visitados pelo seu público-alvo e, nestes locais, ofertar mensagens e/ou anúncios.

Esse método mais tradicional funcionava muito bem antes da internet, e apesar de ainda ser eficaz em alguns casos, possui algumas deficiências. São elas:

  • Cada vez mais consumidores deixam de ser impactados por anúncios corriqueiros. Em alguns casos, principalmente na internet, algumas pessoas evitam ou ignoram espaços com publicidade. Para eles, o Outbound Marketing não funciona.

  • A precisão e o alcance das campanhas outbound são correspondentes ao investimento. Uma boa campanha pode custar uma boa dinheirama para o seu negócio.

A contraponto do Outbound Marketing tem-se o Inbound Marketing, ou marketing de permissão. A ideia aqui é que você deve criar meios para que os consumidores possam chegar até você.

Pretensioso? Não se realizado da maneira correta.

O principal objetivo do Inbound Marketing é atrair e fidelizar clientes, ou seja, a ideia central é aproximar sua audiência para os canais online da sua empresa e, dessa forma dar início a conquista de contatos e ao relacionamento com as possíveis oportunidades.

Essa atração é conquistada através da criação de conteúdo informativo e interessante para o seu público com o objetivo de responder aquelas dúvidas mais frequentes que a sua divisão comercial está acostumada. Não é propaganda, jabá ou informação do seu produto, é conhecimento relevante e de interesse do seu potencial cliente. 

O canal da empresa pode ser desde um blog até um portal. Em todos os casos, a área de atuação da organização vai guiar a linha editorial, ou seja, esse canal digital serve para oferecer conteúdos sobre a área de especialidade da empresa. Sua marca, aos poucos, vai se tornando autoridade naquele assunto.


Características do Inbound Marketing

Assim como a ideia principal é atrair o público e motivar nele um interesse nos produtos e/ou serviços ofertados, é preciso entender bem quem é este público. Isto é, primeiramente devemos saber quais são seus interesses, dúvidas e desafios, para então oferecer materiais/conteúdos que o ajude a resolver os problemas que tem ou o faça enxergar uma oportunidade ainda não observada.

Por identidade com os conteúdos oferecidos, esses consumidores começam a frequentar seu  site, aumentando o seu tráfego. É preciso salientar, que nessa fase eles ainda são apenas visitantes, você ainda não tem um contato, não sabe quem é essa pessoa. Então, mais do que criar conteúdos relevantes, é preciso ter em seus canais pontos de conversão, que são formulários ou Landing Pages que tornam seus visitantes em contatos, que no Inbound definimos de Leads.

Vale lembrar que, nem todas as pessoas que chegam até seus canais digitais estão prontas para comprar o seu produto. É possível que grande parte dos usuários queiram apenas se informar sobre determinados assuntos, enquanto uma parcela menor já está na fase de decisão de compra, analisando se seu produto vale a pena. 

Perceba que as finalidades são bem diferentes para os dois casos, esse caminho é o que chamamos de Funil de Vendas, no qual é necessário considerar conteúdos específicos para cada estágio, ajudando esse público a “caminhar” até o fundo do funil e virar efetivamente um cliente.

Com os leads, já é possível criar um canal de relacionamento, ele começa a receber campanhas e informativos produzidos por sua empresa. Ele receberá essas mensagens de acordo com a estratégia traçada e com a jornada de compra definida anteriormente.

Na medida em que esse lead vai recebendo conteúdo e deixando mais dados, já temos condições de definir quais desses leads são mais interessantes para sua empresa. Em outras palavras, você qualifica esses contatos de forma manual ou automatizada em um processo conhecido como Lead Scoring.

Em um certo momento, o lead já avançou bastante nos seus conteúdos e demonstrou interesse ou abertura para receber uma abordagem comercial. Agora, surge uma oportunidade que será trabalhada pelo departamento comercial. A abordagem que o comercial fará deve levar em conta todo o histórico de conteúdo e conversões feitas por esse lead. 

Outro ponto a se frisar sobre o Inbound Marketing é o seu custo. Aqui é possível investir menos e ter um excelente retorno. E, com o tempo, quanto mais otimizado seu conteúdo em termos de SEO, por exemplo, melhor seu ranqueamento e, como resultado, menor será a necessidade de investimento em mídias pagas.

Concluindo

Nos dias atuais, fica cada vez mais nítido que o poder “está nas mãos” do consumidor e menos com o anunciante. Em vez de distrair e interromper, afastando seus clientes, você os atrai com conteúdo relevante. Como nem todos os consumidores são iguais, é importante que você saiba conversar com eles de forma diferente em cada etapa do processo. 

A boa notícia é que no Inbound Marketing, não existe espaço para palpites: É possível medir com precisão o que funciona e o que não funciona, o que dá resultado e o que não dá. Cada análise de resultados traz informações que auxiliam a elaborar a próxima estratégia. A cada campanha, o funil de marketing fica mais eficiente.


Não perca tempo e comece agora sua estratégia de Inbound Marketing e veja seus negócios decolarem!

GOSTOU DA INFORMAÇÃO? ENTÃO DEIXE SEU COMENTÁRIO OU DÚVIDA ABAIXO!
Grande abraço,
Equipe InCloud Sistemas.


Novidades InCloud Sistemas Você pode se interessar

Deixe um Comentário